10 de junho de 2012

Pratododia

 

A instituição universidade é definida como um local de formação de um indivíduo, nas mais diversas áreas do conhecimento. Nela, é comum encontrar pessoas provenientes de diferentes localidades com idéias distintas, trazendo consigo informações e costumes pessoais, regionais, o que descreve a “bagagem cultural”. Nestas instituições, é conveniente associar o desenvolvimento cultural ao processo de compartilhamento de experiências e integração social, visto que é uma maneira de tirar benefícios da diversidade proporcionada.

Geralmente, verifica-se maior produção cultural em universidades relacionadas às ciências humanas e artísticas. Todavia, isto não quer dizer que cursos com maior ênfase a outras ciências, como as exatas, não possuam potencial para desenvolver tais características. Robert Sapolsky escreveu em “Why Zebras Don’t Get Ulcers” (1998):

“Amo a ciência e me dói pensar que tanta gente se assusta com ela ou acha que optar pela ciência significa que não se pode escolher também a compaixão, ou as artes, ou se admirar com a natureza. O objetivo da ciência não é nos curar do mistério, mas reinventá-lo e revigorá-lo”.

A Universidade de Federal de Itajubá conta com integrantes talentosos nas suas classes distintas: docentes, discentes e servidores técnico-administrativos. Algumas atividades de expressão desses talentos são ou já foram realizadas, como apresentações musicais que aconteciam no laguinho, peças de teatro, corais, entre outros. Contudo, é essencial que se formalize uma equipe de iniciativa universitária que tenha por responsabilidade organizar estas atividades e subsidiar os interessados na realização de apresentações artísticas e/ou culturais.

A importância do investimento na manifestação da arte no meio universitário fica mais clara no seguinte excerto:

“A arte humaniza, e se ela humaniza, precisamos mais do que nunca, da sua utilização no meio educacional e mais ainda na sociedade de modo em geral. Pois se temos consciência de que a educação é a base estrutural, juntamente com a família, de uma sociedade plena, também temos consciência de que precisamos a cada dia mais de pessoas comprometidas com essa questão de humanização dos indivíduos. Humanizar no sentido completo e pleno da palavra. Mais do que dar condições aos indivíduos de vivência, de sobrevivência, dar a eles a oportunidade de serem quem realmente são, com toda sua individualidade e peculiaridades.” (SOARES, 2006. Disponível em: http://www.gestaouniversitaria.com.br/index.php/edicoes/77-111/368-a-importancia-da-arte-para-a-socializacao.html)

Visando a integração entre as classes existentes na UNIFEI e a identificação de indivíduos envolvidos com algum ramo da arte, o Pratododia consiste em apresentações artísticas curtas, com duração de aproximadamente uma hora, a serem realizadas a cada duas semanas ao longo do semestre.

As apresentações são realizadas no Centro de Serviços e ComVivência da Universidade Federal de Itajubá. Sempre às 18h, buscando-se atender aos públicos provenientes de atividades dos turnos diurno e noturno.